Transtornos de Ansiedade - Depressão

Embora todos nós nos sintamos tristes ou desanimados de vez em quando, ansiedade extrema e depressão não são sintomas normais. Se essas sensações começarem a interferir o seu prazer de viver a vida, talvez você esteja sofrendo de uma séria doença mental.

Existem diversos tipos diferentes de transtornos de ansiedade. É fato que milhões de pessoas em todo mundo sofram com algum tipo de transtorno de ansiedade.

A seguir estão alguns transtornos de ansiedade mais comuns:

Transtorno de ansiedade generalizada é o termo utilizado para ansiedade constante, mas não está ligado a uma única causa. Pessoas nestas condições vivem em uma estado absurdo de tensão e preocupação contínua.

O transtorno do pânico é caracterizado por ataques de pânico. Breves episódios de medo geralmente duram menos de dez minutos e são acompanhados por suor, tremor, falta de ar ou perturbação mental. Muitas pessoas que sofrem de transtorno de pânico, no início, acreditam que estão tendo um ataque cardíaco.

Transtorno de estresse pós-traumático é a ansiedade causada pela exposição a eventos como combate militare, abuso sexual, desastres naturais ou assaltos e outros crimes. Normalmente os sintomas começam dentro de três meses da data do evento.

O transtorno obsessivo-compulsivo é marcado por uma repetida obsessão por limpeza ou medo de contaminação. Pessoas que sofrem do transtorno obsessivo-compulsivo têm uma necessidade extrema de deixar as coisas em ordem, limpas e arrumadas.

Fobias são situações específicas de medo. As fobias mais comuns são o medo de voar, medo de animais, medo de lugares tumultuados. A fobia social também é conhecida como transtorno de ansiedade social.

A relação entre Ansiedade e Depressão

Muitas pessoas vêem a depressão como um transtorno que resulta na falta de energia, mas o oposto disso acontece frequentemente. Os que sofrem de depressão se tornam tão ansiosos que eles não são capazes de relaxar, descansar ou dormir.

Quem sofre de algum transtorno de ansiedade sente angústia em situações que uma alguém normal não sentiria. Por exemplo, o indivíduo pode ser incapaz de ir a uma loja de conveniências sem sentir medo. Em casos mais complicados, pacientes com transtorno de ansiedade são simplesmente incapazes de trabalhar ou manter amizades.

Não há um causa única para ansiedade e depressão. As condições parecem vir de família, mas pode-se diagnosticar a patologia mesmo se nenhum parente apresenta algum dos sintomas. O estresse pode agravar a ansiedade e a depressão e os sintomas podem durar por mais tempo mesmo que o evento causador do estresse já tenha ocorrido.

Opções de Tratamento

Embora a ansiedade e o estresse sejam condições relacionadas, elas não são a mesma coisa. Os sintomas de cada transtorno deve ser tratado separadamente para que o tratamento ocorra bem.

Muitos recebem receitas de medicamentos para o tratamento da ansiedade, como o Valium e o Xanax, os dois remédios mais indicados para a ansiedade. O anti-depressivo Paxil também é usado para tratar o transtorno de ansiedade generalizada. Entretanto, os medicamentos para ansiedade podem trazer efeitos colaterais. É importante discutir as vantagens e desvantagens destes medicamentos com o seu médico psiquiatra antes de começar o tratamento.

Enquanto os medicamentos podem ser uma opção bem útil no tratamento tanto da ansiedade como da depressão, seu médico pode lhe recomendar consultas com psiquiatras treinados ou psicólogos. Esses profissionais poderão lhe ajudar a identificar seus sentimentos e mudar seus comportamentos auto-destrutivos. Esta é uma maneira segura e efetiva para o paciente lidar com os sintomas da ansiedade e da depressão.

Fonte: www.Psicopatologia-Psiquiatria.com

Artigos Relacionados

Dieta para Depressão.