Dieta para Ajudar na Depressão

Pode uma dieta melhorar seu auto-estima? Existem muitas evidências de que a alimentação pode influenciar nosso humor e, certamente, não custa tentar. Veja algumas dicas para uma boa dieta para depressão.

Comida e Humor


Muitas pessoas se alimentam a base de dietas nem um pouco saudáveis. Em nosso dia-a-dia agitado, muitas vezes comemos comidas sem valores nutricionais razoáveis como alimentos semi-prontos e congelados ou lanches e refeições rápidas (fast-food) e esquecemos de que não estamos dando ao nosso corpo o combustível que ele necessita.

Existem muitas vitaminas, minerais e nutrientes que o corpo humano precisa para funcionar bem e que muitos de nós não ingerimos em nossa alimentação. É fato que dietas a base de açúcar, gordura e sem frutas não nos façam se sentir mais saudável. Podemos até não se sentir mal, porém estamos subnutridos.

Dieta e nutrição são assuntos complexos, existem muitas teorias que explicam quais aspectos da alimentação influenciam na depressão. Uma teoria comum é que comer carboidratos de baixa qualidade e açucar demais pode causar variações no humor de um indivíduo. Freqüentemente, comemos carboidratos e doces para aliviar os momentos de estresse e mau humor, o que acontece é que muitas vezes acabamos ficando pior do que antes, depois de todo o açúcar e carboidratos ingeridos.

Muitas vitaminas e minerais implicam na conexão dieta-depressão, especialmente as vitaminas B que estão diretamente ligadas ao sistema nervoso e ao funcionamento mental. Muitos minerais têm uma função importante no combate a depressão, como o cálcio, magnésio, ferro, zinco e selênio. Não consumir quantias ideais destes elementos básicos pode não ser a resposta à sua depressão, mas adicioná-los a sua dieta certamente vai ajudar.

Como Planejar uma Dieta para Depressão

Como existem diferentes nutrientes e tipos de alimentos que parecem influenciar na depressão, planejar uma dieta para depressão pode ser um pouco complicado. É uma boa idéia falar com seu médico ou nutricionista se você acha que a depressão está ligada a sua dieta. Não se auto-medique ou jogue fora medicamentos que esteja tomando para depressão sem antes consultar seu psiquiatra.

Tendo dito isto, uma boa dieta para depressão tem muito em comum com uma boa dieta para saúde e bem-estar geral. A dieta deve incluir muitas frutas e vegetais, grãos e proteínas. Deve-se evitar o consumo em excesso de comidas gordurosas e açucares.

Se o seu médico diagnosticar que você tem deficiência de vitamina ou mineral, ele pode recomendar suplementos alimentares específicos.

Se alimentar regularmente pode ajudar bastante nas variações de humor que vêm dos níveis irregulares de açúcar no sangue. Comece a tomar café da manhã se você ainda não faz isso. Tente fazer várias refeições menores ao dia, não apenas três grandes. Esta também é uma boa dica para perda de peso saudável.

Beber bastante água é importante para todos, principalmente para pessoas com depressão. A água ajuda a remover substâncias que não são mais importantes e toxinas do seu corpo, fornece energia, ajuda a absorver os nutrientes e faz com que todos os sistemas funcionem melhor.

Mais Dicas para Dietas e Depressão

Algumas pessoas dizem que os ácidos graxos ômega 3 ajudam em uma dieta para depressão. Os ácidos graxos são essenciais para o perfeito funcionamento do cérebro. Você pode conseguir esses ácidos através de uma alimentação com peixes como o atum, salmão e cavala. Suplementos de óleo de peixes também são encontrados para pessoas que não gostam de comer peixes. Verifique o rótulo ou consulte seu médico para detalhes de como tomar as pílulas e se assegurar que você escolheu suplementos de qualidade.

Assim como existem coisas que ajudam na sua dieta para depressão, também existem aquelas que atrapalham e devem ser eliminadas, é o caso do álcool e da cafeína. O álcool é como um calmante e pode piorar seu humor, e a cafeína pode estimular demais o sistema.

Exercícios são também uma boa idéia, mesmo que não tenha nada a ver com as escolhas de alimentação para depressão. Apenas andar ou fazer um pouco de exercício a cada dia, combinado com uma dieta mais saudável, pode fazer uma diferença enorme em pessoas com depressão moderada. Talvez a dieta não resolva totalmente o seu problema mas certamente pode ajudar.

Fonte: www.Psicopatologia-Psiquiatria.com